Notícias

04.11.2021

Brasileiro Sênior ABGS: Marcelo Stallone fica mais perto do título da Taça Mario Gonzalez

marcelo-stallone-65p

Eric Ferrez se isola em segundo. Felix Zamudio lidera com folga entre os pré-seniores

 

Marcelo Stallone (ao lado): perto de vencer o Brasileiro Sênior pela segunda vez. Fotos: Thais Pastor/F2 Assessoria

 

Marcelo Stallone ficou muito perto de conquistar mais um título da Taça Mario Gonzalez ao fazer a melhor volta do torneio pelo segundo dia consecutivo e disparar na liderança do 41º Campeonato Brasileiro ABGS de Golfe Sênior, que terá sua terceira e última rodada nesta sexta-feira, 5 de novembro, no Campo Olímpico de Golfe do Rio de Janeiro. Stallone, que venceu o torneio em 2017 e foi vice nos dois anos seguintes, soma agora 145 (72-73) tacadas, três acima do par e 19 a menos do que o segundo colocado.

internas-d2-bras-abgsAo lado, de cima para baixo: Ferrez emboca longo putt no 3; Felix Zamudio lidera entre os pré-seniores; e Mary Iguchi, um dos destaques da competição feminina

Eric Ferrez, do Campo Olímpico, que fez a segunda melhor volta sênior desta quinta-feira, isolou-se em segundo, com 164 (83-81) tacadas. Lyn Ahn, do Guarapiranga, que vem em terceiro, com 169 (89-80), e Mario Ghisalberti, do Japy, líder do ranking nacional sênior da ABGS, quarto com 170 (84-86), completarão o grupo dos líderes para a volta final. Este resultado vai garantindo a Ghisalberti o título do ranking sênior de 2021, por antecipação, uma vez que seu principal perseguidor, Douglas Black, do Sapezal, caiu para o sétimo lugar, com 176 (83-93), e não teria mais como alcançar o adversário no torneio final da temporada.

Mais destaques – Douglas jogará nesta sexta-feira ao lado de Marinho Gonzalez, filho de Mario, o homenageado do Brasileiro Sênior, que vem em quinto, com 172 (84-88). O grupo tem ainda Marcos Semensato, de Bauru, que vem de uma vitória de ponta a ponta no Aberto ABGS de Gramado, e está em sexto, com 173 (87-86), e Neivaldo Bragato, do Clube Capixaba (ES), oitavo, com 178 (92-86).

Já na classificação por handicaps índex até 14, Lyn Ahn e Stallone dividem a liderança com 145 tacadas, seguidos por Ferrez e Wei Chung, o Jaime, do Guarapiranga, com 146. Na 14, a 23, Humberto Monte Neto, da FBCMG, ampliou sua vantagem e lidera com 135 (67-68) net, seguido por José Jacomini, com 141 (68-73), e por Valdemir Prado, com 147 (77-70). Na 23,1 a 32, na modalidade stableford, José Aparecido lidera com 81 pontos, seguido por Cesar Silva, com 77, e por Namiro Alle e Osmar da Costa Sobrinho, com 69 cada.

Pré-Sênior – Entre os pré-seniores (40 a 54 anos) scratch, Felix Zamudio lidera com 155 (81-74) tacadas, seguido por Cícero Caliari, com 168 (90-78), e por Giovani Thibau, com 171 (87-84). Entre os pré-seniores até 14, Deusimar Coelho lidera com 147 (72-75), e na 14,1 a 32, Massao Kanesaki compete sozinho e soma 150 (81-69).

No feminino, Ioma Carvalho lidera no gross com 173 (89-84) e entre as de handicap até 25, com 145 (75-70), seguida por Paulina Essaki, com 151 (73-78). E na 25,1 a 32, stableford, a nova líder é Mary Iguchi, com 63 pontos.

Horários de saída para a volta final

Compartilhe:

próximos Torneios