Notícias

14.05.2021

Douglas Black vence Torneio de Aniversário da ABGS, no Terras de São José

1o-scratch-senior-douglas-black-com-jose-fernando-braga-650

Competição comemorou os 42 anos de Associação Brasileira de Golfe Sênior

Ao lado, Fernando Braga, vice-presidente Técnico da ABGS, com Douglas Black, campeão sênior do Torneio de Aniversário

 

Douglas Black, o Doug, capitão do Sapezal, chegou a viver momentos de terror no buraco 8, onde fez 17 tacadas com uma das duas bolas que bateu, na dúvida sobre uma questão de Regras. Felizmente para Doug valeu a outra bola, a opção que ele preferia, com a qual fez seis tacadas a caminho de somar 85 e ser campeão do Torneio de Aniversário da ABGS – Associação Brasileira de Golfe Sênior, dia 13 de maio, no Terras de São José Golfe Clube, em Itu (SP). Além dos 42 anos da entidade, fundada em 11 de maio de 1979, todos comemoram a volta das competições de golfe no estado de São Paulo após uma longa espera, mas com medidas redobradas de segurança devido à pandemia.

internas-abgs-niver

O incidente que quase custou o título a Doug aconteceu quando ele passou o green com sua segunda tacada no buraco oito e sua bola parou dentro de um monte de folhas empilhadas pela manutenção do campo, o que, de acordo com as Definições das Regras do Golfe, se enquadram como Terreno em Reparação e permitem alívio sem penalidade conforme a Regra 16 – Alívio de Condições Anormais do Campo. Mas como houve dúvidas na hora sobre a aplicação da Regra, Doug optou por jogar duas bolas, uma com alívio sem penalidade, como queria, e outra de dentro do monte de folhas, bola com a qual fez as 17 tacadas.

Clique e veja álbum de fotos completo, com mais de 350 imagens exclusivas

Vitória – Doug venceu a categoria scratch sênior (55 anos ou mais) com 85 tacadas, 13 acima do par, e uma de vantagem sobre o vice-campeão, Ademir Mazon (86), também do Sapezal e presidente da Federação Paulista de Golfe (FPGolfe). Shozo Karasawa, do Vista Verde, terminou em terceiro, com 89. Os três ganharam, respectivamente, medalhas de ouro, prata e bronze oferecidas pela FPGolfe, uma vez que os eventos da ABGS no estado de São Paulo valem para os rankings scratch sênior e pré-sênior e ranking scratch sênior feminino da entidade.

Ademir não levou o troféu de campeão geral sênior, mas foi o campeão da categoria por handicaps índex até 14, com 74 tacadas. Adair Tozzati, do Quinta do Golfe, ficou em segundo, com 76, e Frank Wisbrun, do São Paulo, em terceiro, com 79. Na 14,1 a 23, o campeão foi Francisco Matarazzo, do São Francisco, com 78 tacadas. Oswaldo Pereira, do Clube de Golfe de Campinas, também somou 78, mas ficou com o troféu de vice-campeão por ter jogado pior (46 x 45 tacadas) na segunda metade do campo, primeiro critério de desempate. Akira Yuzui, do Lago Azul, ficou em terceiro, com 79.

Stableford – Já na categoria sênior de 23,1 a 32, disputada no sistema stableford, o campeão foi Walter Kuroda, do São Paulo Futebol Clube Golfe, com 35 pontos. Antônio Alvarenga do mesmo clube, foi o vice-campeão com 28 pontos, seguido por Luiz Roberto Delphim, do Santos São Vicente Golf Club, com 27.

Também Stableford foram as disputas das categorias por idades. Nas 55 a 60 anos venceu Antonio Luiz Lang, diretamente filiado à FPGolfe, com 30 pontos. Na 61 a 65 anos, o campeão foi Seizo Yano, do PL Golf Clube, com 29 pontos. Na 66 a 70 anos ganhou Otávio Lima, de Bastos, com 27 pontos. Na 71 a 75 anos, o título foi para Homero de Bastos, do Campinas Golf Center, com 28 pontos. E na 76 anos ou mais, a vitória foi de Kunio Ishihara, do PL, com 28 pontos.

Pré-Sênior – Entre os pré-seniores (40 a 54 anos), o título de campeão scratch e a taça de campeã geral foi para Plinio Albregard, do Arujá Golf Clube, com 87 tacadas ao superar Otávio Lima, do Bastos, que também somou 87, nos critérios de desempate (42 x 45 tacadas na segunda metade do campo). Em terceiro, com 92, ficou o infectologista Sergio Cimerman, do São Fernando, com 92 tacadas. Os três receberam as medalhas de ouro, prata e bronze da FPGolfe, uma vez que a categoria vale para o respectivo ranking da entidade.

Nas categorias pré-sênior com handicap, Otávio Lima, do Bastos, foi o campeão da categoria até 14, com 82 tacadas. Alexandre Leonardi, diretor pré-sênior da ABGS, foi o vice, com 88. Na 14,1 a 23, venceu Sergio Cimerman, do São Fernando, com 72 tacadas, e o troféu de vice-campeão foi para Célio Kanesaki, do Sapezal, com 78. E na 23,1 a 32, ganhou Renato Marques Campos, do Santos São Vicente, com 80 tacadas.

Feminino – Nas categorias femininas, Helena Miyaguti, do PL, foi a campeã scratch, com 95 tacadas. Adelina de Souza, do São Fernando, ficou em segundo com, 101, e Keiko Shimomaebara, em terceiro, com 111. Todas também receberam medalhas da FPGolfe e pontuaram para o ranking da categoria da entidade. Entre as de handicap índex até 25, venceu Adelina de Souza, com 87 tacadas. E na 25,1 a 32, no sistema stableford, Yoko Iijima do PL, foi a campeã, com 29 pontos.

Como medida adicional de segurança durante a pandemia, não houve almoço de confraternização nem cerimônia de entrega de prêmios. Os troféus foram retirados pelos ganhadores conforme cada categoria foi terminando. Todas as atividades programadas pela ABGS foram ao ar livre.

Próximos torneios – A ABGS já abriu das inscrições para o 1º Torneio ABGS do Estado do Rio de Janeiro, dias 28 e 29 de maio, sexta-feira e sábado, no Aretê Búzios, em Búzios, no Rio de Janeiro. Reserve já sua vaga para jogar no único campo do Brasil desenhado por Pete Dye, o mesmo arquiteto do TPC Sawgrass, sede do The Players Championship, do PGA Tour. Mais detalhes aqui!

A ABGS também já abriu as pré-reservas para o: I Torneio ABGS Terravista Golf Course – Taça Ricardo Lemos, de 5 a 7 de agosto, em Trancoso, na Bahia. Opções de hospedagem no Club Med de 4 a 7 noites, com preços sem igual. Mais detalhes aqui!

 

Compartilhe:

próximos Torneios