Notícias

05.02.2021

Douglas Black vence torneio de abertura da temporada 2021 da ABGS, no Paradise

douglas-balck-com-vera-rossi-e-grego-650

Competição com recorde de participantes e festival de prêmios foi elogiada por todos

 

Doug (esq.) recebe o prêmios de Vera Rossi, esposa do homenageado, e de Constantino Ajismato Jr, o Grego, presidente da ABGS

 

Com três birdies nos cinco buracos finais, o escocês Douglas Black, o Doug, capitão do Sapezal GC, virou o jogo para ser o campeão do 9º Torneio ABGS de Golfe Sênior do Paradise Lake & Golf – Taça Ricardo Rossi, disputado nesta quinta-feira, 4 de fevereiro, em Mogi das Cruzes (SP). A competição que abriu com grande sucesso a temporada pré-sênior (40 a 54 anos) e sênior (55 anos ou mais) de 2021, homenageou Ricardo Rossi, que foi sócio da ABGS e representou o Brasil nos maiores torneios profissionais e amadores do mundo, incluindo o Masters, o British Open, e o Mundial Amador (Troféu Eisenhower), onde foi medalha de bronze. Vera Rossi representou o marido, que nos deixou em 2016.

Vejas as fotos da premiação
interns-abgs-paradiseAguarde álbum completo com centenas de fotos

Com 90 jogadores em campo e participação recorde de pré-seniores e mulheres, o torneio do Paradise foi um prenúncio do que promete ser a temporada 2021 da ABGS, que já tem programados 21 eventos, alguns de dois dias, em 21 clubes de seis estados (SP, RJ, RS, MG, CE e PR). Novos sócios não param de se associar à entidade, que retribuiu a confiança oferecendo um torneio muito bem organizado, em um campo em excelentes condições, onde se destacaram o atendimento eficiente de Alexandre e todo o staff do Paradise, que serviu um bom café da manhã e opções fartas e saborosas de almoço, em sua ampla e confortável sede.

Virada – O título do Paradise foi o quinto consecutivo de Doug em torneios válidos para o ranking da ABGS, série só quebrada por Hideaki Iijima, do PL, que venceu o Torneio da Virada ABGS 2020/2021, no Damha, evento de encerramento da temporada, não válido para o ranking. Doug vinha de vitórias no Lago Azul, Arujá, Terras de São José e Aberto do Interior de SP – Taça Caipira, jogado no Quinta do Golfe e no Ipê

Mas Doug não teve uma vitória fácil e teve que fazer uma volta de recuperação depois de ter terminado a primeira metade do campo uma tacada atrás de Paul O´Doherty, do São Paulo, e de Koichi Ogata, do PL. Doug empatou o jogo no buraco 12, mas voltou a ficar atrás no placar até fazer três birdies a partir do buraco 14 para vencer com 78 tacadas, seis acima. Paul foi vice-campeão com 80 tacadas, seguido por Iijima, com 81. Os três primeiros também somaram pontos para o ranking sênior scratch da Federação Paulista de Golfe (FPGolfe) e ganharam medalhas de ouro, prata e bronze oferecidas pela entidade.

Handicap – Frank Wisbrun, do São Paulo, foi o campeão da categoria sênior com handicap índex até 14 ao somar 74 tacadas. Marcos Semensato, de Bauru, foi o vice, com 75, no desempate com Adair Tozzati, do Quinta do Golfe, que também somou 75 e levou o troféu de terceiro colocado. Luiz Sayegh, do Guarapiranga, também empatou em segundo, mas ficou sem troféu nos critérios de desempate.

Na 14,1 a 23, o campeão foi Kunio Ishihara, do PL, com 70 tacadas, duas abaixo do para e melhor net do torneio. Ramiro Yabumoto, do Arujá, foi o vice-campeão, com 72 tacadas. O troféu de terceiro lugar ficou para Ricardo Iguchi, da Associação Esportiva São José, que também somou 72, mas perdeu o segundo lugar nos critérios de desempate.

Stableford – Na 23,1 a 32, disputada no sistema stableford, o título só foi decidido nos critérios de desempate depois que dois jogadores somaram 39 pontos. O campeão foi Carlos Xavier, do Santos São Vicente GC, com Walter Kuroda, do São Paulo Futebol Clube, sendo o vice-campeão. O troféu de terceiro colocado foi para Constantino Ajimasto Jr, o Grego, presidente da ABGS.

Também stableford foram as disputas das categorias por idade. Na 55 a 60 anos venceu Edison Carlos da Silva, do Terras de São José, com 35 pontos. Na 61 a 65 o campeão foi Luiz Sardinha, da Fazenda São João da Boa Vista, com 36 pontos. Na 66 a 70, ganhou Fernando Braga, vice-presidente Técnico da ABGS, com 35 pontos. Na 71 a 75 anos, Akira Yuzui deu mais um título ao Sapezal ao somar 34 pontos. E na 76 anos ou mais, Antonio Luiz Gantus, do São Francisco, levou o troféu de campeão com 34 pontos.

Pré-seniores Com o aumento do número de pré-seniores em campo, os prêmios também se multiplicaram. Entre os scratches, Hermes Morete, do Fazenda da Grama, venceu com 88 tocadas e, além do troféu da ABGS, levou a medalha de ouro da FPGolfe. Cassio Filizola, do Clube de Campo, também somou 88 tacadas, perdeu o troféu no desempate, mas levou a medalha de prata da FPGolfe. A de bronze foi para Plínio Albregard, do Arujá, com 90.

As categorias pré-seniores com handicap foram divididas em três faixas, como nas seniores. Entre os de handicap índex até 14, venceu Albregard, com 79 tacadas (os troféus da ABGS são cumulativos com as medalhas a FPGolfe). Na 14,1 a 23, a mais concorrida, teve dois troféus que ficaram para Pieter Lekkerkerk, da Holanda, campeão com 76 tacadas, e para Alexandre Bafero, do Campinas Golf Center, vice com 77. E na 23,1 a 32 ganhou Renato Campos, do Santos São Vicente, com 70.

Feminino – A campeã feminina scratch foi Atsumi Ishizaki, do PL, com 94 tacadas. Ela ganhou o troféu da ABGS e a medalha de ouro da FPGolfe, além de um lindo arranjo oferecido pelo ateliê de flores Les Choix. Angela Rappa, da Grama, ficou com a medalha de prata e Keiko Shimomaebara, do PL, com a de bronze. Angela Rappa foi ainda a campeã com handicap índex até 25, e Luciana Yabumoto, do Arujá ganhou na de 25,1 a 32.

Houve ainda uma categoria estreantes feminina, extraoficial, onde competiram Patrícia Felix e Natalya Leonardi. Também houve uma categoria exclusiva para Convidados de Sócios, a modalidade stableford, ganha por Pascal Sauberli, do Paradise, com 33 pontos, seguido por Mauro Sergio Sammarco, do Santos São Vicente, com 31.

Premiação – Alexandre Leonardi, diretor Pré-Sênior da ABGS, que vem sendo decisivo na atração de novos jogadores de 40 a 54 anos para a entidade, comandou a entrega de prêmios que teve a mesa composta ainda por Ademir Mazon, presidente da FPGolfe; Constantino Ajimasto Jr, o Grego, presidente da ABGS; e seus vice presidentes Sérgio del Porto (Administrativo) e Fernando Braga (Técnico). Também estiveram presentes Luiz Sardinha (Conselho Superior – Sudeste), Lim Sou (Conselho Fiscal), Keiko Shimomaebara (Diretora no PL), Ricardo Iguchi (Diretor na AE São José), e Rodolfo Santos (Diretor no São Paulo GC).

A cerimônia começou com uma homenagem a Mario Aoki, um dos mais ativos sócio da ABGS, levado por um infarto, em janeiro. A diretoria da ABGS entregou ainda a Fumio Horii, fundador do Paradise, uma placa de agradecimento pela acolhida calorosa aos jogadores da ABGS.

Sorteio – O evento terminou com o sorteio de valiosos brindes, entre os competidores presentes

* Duas diárias all inclusive, para duas pessoas em um dos Villages do Club Med no Brasil (Trancoso, Rio das Pedras e Lake Paradise)

* Uma estadia para duas pessoas com pensão completa no Hotel Novotel Itu Golf & Resort

* Um green fee do Terras de São José Golfe Clube, em Itu

* Um green fee do Damha Golf Club, em São Carlos

* Um jantar para duas pessoas no Antonietta, de Higienópolis, restaurante indicado pelo Guia Michelin

* Um jantar para duas pessoas no restaurante Jacarandá, do Grupo Antonietta, em Pinheiros

* Dois coolers de 21 litros de capacidade (24 a 30 latinhas), com logo da ABGS

* Um corte de cabelo masculino, com barba no Retrô Hair, na Rua Augusta

* Um corte feminino, com hidratação, no Retrô Hair, na Rua Augusta

* Seis vinhos especiais do catálogo da Rouge Vinhos

Compartilhe: