Notícias

15.12.2018

Luiz A. P. Almeida vence o Brasileiro Sênior e conquista a Taça Mario Gonzalez 2018

luiz-a-p-almeida-o-gugu-recebe-a-taca-de-campeao-brasileiro-senior-de-carlos-favoreto-do-ogc-650

Marcelo Stallone foi o vice-campeão. Matt Gell é o novo campeão brasileiro pré-sênior

 

Gugu (ao lado) recebe Taça Mario Gonzalez de Carlos Favoreto, presidente do OGC. Fotos: Claudia Celi

Clique aqui para ver todas as fotos da premiação

internas

Luiz A. P. Almeida, o Gugu, do São Paulo Golf Club, conquistou nesta sexta-feira, 14 de dezembro, no Campo Olímpico de Golfe (OGC), no Rio de Janeiro, o título sênior (55 anos ou mais) do 39º Campeonato Brasileiro ABGS de Golfe Sênior – Taça Mario Gonzalez 2018. O campeão pré-sênior (40 a 54 anos) foi Matthew Gell, do Búzios Golf Club & Resort.

Gugu, único a jogar abaixo de 80 nos dois dias, com temperaturas beirando os 40º C, no difícil percurso projetado e construído pelo designer americano Gil Hanse para os Jogos do Rio 2016, venceu de ponta a ponta com 152 (77-75) tacadas, Marcelo Stallone, do Gávea Golf, foi o vice-campeão com 158 (78-80), enquanto Roberto Gomez, do Clube de Campo, fazia o segundo melhor resultado da volta final para terminar em terceiro, com 160 (81-79). Esse foi o torneio mais forte da ABGS em 2018, com sete jogadores competindo com handicap 7 ou menor, sendo quatro deles tinham handicaps 3 ou abaixo.

Mais premiados – Na classificação por handicaps índex até 14, o campeão foi Carlos Vasconcellos, de Búzios, que fez o melhor net de todo o torneio na volta de abertura, para somar 141 (69-72) tacadas. Roberto Gomez foi o vice-campeão, com 154 (78-76). Na 14,1 a 23, o título de campeão brasileiro ficou para Delpho Pelosini, do Guarujá, com 150 (77-73) tacadas. Denir Guandalini, do Clube Curitibano foi o vice-campeão, com 152 (71-81).

Na categoria de 23,1 a 32, disputada no sistema stableford, Carlos Alberto Lau, do Curitibano, venceu com 68 pontos, mesma contagem do vice-campeão, Mario Piragibe, do Petrópolis Golf & Country Club. Lau ficou com o troféu de campeão nos critérios de desempate, por ter somado mais pontos (36 x 29) do que Piragibe na rodada final. Entre os Superseniores (75 anos ou mais), também no sistema stableford, venceu Bernd Hahn, da Associação Esportiva São José, com 60 pontos.

Pré-Seniores – Na categoria Pré-Sênior, o campeão foi Matt Gell, de Búzios, com 202 (95-107) tacadas. Marcio Luis Sorgetz, do Gramado Golf Club, foi o campeão pré-sênior com handicap ao somar 182 (91-91) tacadas. Wagner Felix, da Academia GolfRange Campinas, que vinha em segundo lugar na estreia, não pode jogar a rodada final.

Os prêmios foram entregues por Claudio Kiryla, presidente da Associação Brasileira de Golfe Sênior (ABGS) , Carlos Favoreto, presidente do Campo Olímpico de Golfe, e pelos diretores ABGS Humberto Monte Neto e Rodolfo Santos. O Brasileiro Sênior encerrou oficialmente o calendário da ABGS de 2018. Aguarde a divulgação do calendário de 2019, com muitas novidades.

 

Compartilhe:

próximos Torneios