Notícias

28.08.2019

Mundial Sênior: Brasil estreia nos EUA conquistando o vice-campeonato mundial com handicap

equipe-da-abgs-no-mundial-senior-nos-eua-650

Competição Stroke Play abriu o evento no Omni La Costa. Agora é a vez do Match Play

 

 

O time da Associação Brasileira de Golfe Sênior (ABGS) estreou como vice-campeão do Mundial Sênior, os World Golf Senior Championships – 2019, que estão sendo jogados nos campos Champions e Legends, do Omni La Costa Resort and Spa, em La Costa, Carlsbad, na Califórnia (EUA). O time do Brasil para a competição stroke play com handicap foi formado por Valter Tonini, Douglas Black, Frederic Cadier, Mauricio Ferreira e Silvio Cecin, que também é o capitão da equipe.

O Brasil estreou em primeiro lugar ao somar 205 tacadas, tendo como resultados válidos os de Valter Tonini (64 tacadas), Douglas Black (70) e Silvio Cecin (71). No segundo dia, o Uruguai, que começou perdendo por três tacadas virou o jogo para ser campeão com 413 (208-205) tacadas, 19 abaixo do par. O Brasil ficou em segundo com 426 (205-221), com a pontuação da segunda rodada sendo definida por Silvio (71), Douglas (75) e Frederic Cadier (75).

O Uruguai foi campeão com a pontuação dos mesmos três jogadores nos dois dias: Júlio Forcade (67-70), Miguel Balles (69-70) e Carlos Crispo (72-70), O time das Ilhas Jersey, que tem como destaque o ex-campeão mundial de Fórmula-1 Nigel Mansell, ficou em terceiro, com 432 (215-217), seguido por Colômbia, com 437 (217-220) e por dois países empatados em quinto, com 441: Inglaterra (220-221) e Taiwan (229-212).

Individual – O Brasil também fez bonito nas competição individuais, por idades, com handicap. Na 55 a 59 anos, Douglas Black ficou em terceiro, com 145 (70-75) tacadas. Venceu Eddie Burns, de Jersey, com 138 (64-74), seguido pelo colombiano Roberto Caridi, com 145 (72-73). Na 60 a 64 anos, Silvio Cecin empatou em terceiro, com 142 (71-71) tacadas, grupo em que venceu o uruguaio Júlio Forcade, com 137 (67-70).

Mas os melhores resultados do Brasil viram na 65 a 69 anos, onde o uruguaio Miguel Balles ficou em primeiro com 134 (69-65), seguido por dois jogadores da ABGS: Valter Tonini, vice-campeão com 139 (64-75), graças ao melhor net do torneio; e Rodolfo Santos, terceiro colocado com 140 (73-67).

Match Play – A semana prossegue com as competições de Match Play, eliminatórias, em diversas categorias, com chaves de repescagem. No primeiro dia, uma boa surpresa: Frederic Cadier, cabeça de chave 16, eliminou o favorito Nigel Mansel por 5 & 4 no Maytag Championship. Esta foi a primeira vez em cinco anos que um brasileiro ganha do ex-campeão mundial de Fórmula-1.

Compartilhe:

próximos Torneios