Notícias

24.06.2022

Paul O´Doherty, do São Paulo GC, vence 1º Aberto ABGS do Ceará, no campo Aquiraz

paul-odoherty-comemora-titulo

Mario Ghisalberti, do Japy, fica em segundo, mas leva o troféu de campeão por handicap

Paul O´Doherty, do São Paulo Golfe Club (foto), venceu de ponta a ponta o 1º Aberto ABGS do Estado do Ceará, disputado quinta e sexta feira, dias 23 e 24 de junho, em meio às festividades de São João, no campo no Clube de Golfe Aquiraz Riviera, em um dos destinos turísticos mais concorridos do Nordeste. Esse foi o quarto torneio de dois dias do calendário da ABGS, que antes realizou os Abertos de Brasília, São Paulo (Taça Caipira – Aberto do Interior Paulista) e Porto Alegre.

Paul, que vinha de vitórias no Guarujá, em janeiro, e na Taça Caipira, em abril, começou a volta final uma tacada à frente de Ghisalberti e, apesar de o campo estar bem mais difícil do que na estreia, foi logo ampliando a vantagem que chegou a sete tacadas após os primeiros nove buracos. Ghisalberti ainda descontou três tacadas na segunda metade do campo, mas não pode impedir o título de Paul que venceu com 176 (84-92) tacadas, quatro à frente do adversário.

Handicaps – Ghisalberti, no entanto, levou o troféu de campeão da categoria com até 14 de handicap índex, com 170 (85-75 tacadas. Na 14,1 a 23, o campeão foi Humberto Monte Neto, da Federação Baiana, Capixaba e Mineira de Golfe (FCBMG), com 153 (76-77) tacadas. E na 23,1 a 32, disputada no sistema stableford, o campeão foi Jose Aparecido dos Santos, da Associação Esportiva São José, com 58 pontos.

No feminino, o campeã scratch foi Ioma Kaelble de Carvalho, do Gávea Golf (RJ), com 177 (92-85) tacadas. Já na categoria única com handicap índex até 32 venceu Inez Sampaio, do São Paulo GC, com 160 (77-83) tacadas, com Renata Aleotti, também do São Paulo GC, sendo vice-campeã com 178 (82-96).

Convidados – Houve ainda categorias especiais, até 32, para convidados. Na masculina, stableford, dobradinha do Aquiraz, com  Gustave Dharcourt campeão, com 71 pontos, e Roberto Silva vice, com 70. Na feminina, o título ficou para Carolinas Calazans, do Caxangá, com 165 (86-79) tacadas. Humberto Monte Neto, diretor da ABGS para o Nordeste, entregou os prêmios.

Compartilhe: