Taça Caipira: Com birdie de 12 metros no 18, Douglas Black supera Paul O’Doherty por uma, no Aberto do Interior

Competição da ABGS com 36 buracos teve rodadas no Quinta do Golfe, em São José do Rio Preto, e Ipê, em Ribeirão Preto

 

moacir-tonani-e-ademir-mazon-entregam-premio-de-campeao-a-douglas-blackMoacir Tonani, do Ipê (esq.) e Ademir Mazon, da FPG (dir.) entregam os prêmios ao campão Douglas Black

 

Douglas Black, do Campinas Golf Center (antigo Careca GC) embocou um putt de 12 metros para fazer birdie no buraco final e ser campeão scratch, por uma tacada de vantagem, do 1º Aberto do Interior do Estado de São Paulo – Taça Caipira, competição da ABGS (Associação Brasileira de Golfe Sênior) jogada em 36 buracos em dois dos melhores e mais bem cuidados campos do estado. A rodada de abertura foi na quarta-feira, dia 4 de março, no Quinta do Golfe Clube, em São José do Rio Preto, e o encerramento nesta quinta-feira, dia 5, no Ipê Golf Club, em Ribeirão Preto. O torneio reuniu golfistas de 15 clubes paulistas.

Quem saiu na frente foi Almir Oliveira, do Damha, que jogou 79 tacadas no Quinta do Golfe, seguido por Douglas e por Paul O’Doherty, do São Paulo, ambos com 80 tacadas. Douglas virou o jogo no dia seguinte, no Ipê, quando jogou 79, com o incrível putt de longe no buraco final que evitou o playoff e lhe deu o título com 159 (80-79) tacadas no total. O’Doherty voltou a jogar 80 em Ribeirão, para ser o vice, com 160 (80-80) tacadas, enquanto Almir piorava10 tacadas no segundo dia e caía para o terceiro lugar, com 168 (79-89).

Handicaps – Almir perdeu o título geral, mas foi campeão na categoria sênior por handicap índex até 14, com 142 (66-76) tacadas, o par do campo, seguido por Osvaldo Graciani, do Quinta do Golfe, vice-campeão com 145 (80-72), e por Ademir Mazon, no Sapezal, terceiro colocado com 150 (70-80). Na 14,1 a 23, venceu Francisco Matarazzo, do São Francisco, com 146 (72-74) tacadas, seguido por dois jogadores do Clube de Golfe de Campinas: Young Chul Kim, vice-campeão, com 147 (73-74), e Antônio Seol, terceiro colocado, com 155 (88-77).

Já na categoria de 23,1 a 32, disputada no sistema stableford, Yocito Fukuda, do Campinas GC, foi campeão com 76 (41-35) pontos, seguido por Fernando Braga, do Bauru, com 59 (30-29) e por Moacir Tonani, do Ipê, com 58 (19-39). Também stableford foi a categoria supersênior, para golfistas com 75 anos ou mais, onde Mario Galhardi, do São Francisco, foi campeão com 58 (23-31) pontos.

Pré-Sênior e feminino – Entre os pré-seniores, Joaquim Pita, do Ipê, foi o campeão com 184 (87-97) tacadas, quatro de vantagem sobre dois jogadores que somaram 188: Roberto Santos, do Ipê (90-98) e Adair Tozzati, do Quinta do Golfe (89-99). Já no feminino, disputado em categoria única até 32, Paulina Essaki, da Associação Esportiva São José, venceu com 145 (71-74), seguida por Cleusa Graciani, do Quinta do Golfe, com 158 (79-79).

Na competição entre os clubes da Taça Caipira, o campeão foi o Ipê Golf Club, com 18 pontos, seguido pelo Clube de Golfe de Campinas, com 11, e pela Associação Esportiva São José e Quinta da Baroneza Golfe Clube, com sete pontos cada. A seguir terminaram Quinta do Golfe (6), Sapezal Golf Club (6), Campinas Golf Center (5), Damha Golf Club (5), Bauru Golfe Clube (4) e Fazenda da Grama Country & Golf Club (3). Pontuaram para seus clubes os cinco primeiros de cada categoria com handicap índex (três seniores, uma pré-sênior e uma feminina).

Premiação – A mesa de entrega de prêmios foi composta por Constantino Ajimasto Jr., o Grego, presidente da ABGS; Ademir Mazon, presidente da Federação Paulista de Golfe (FPG); Sergio del Porto e Fernando Braga, vice-presidentes da ABGS; José Roberto de Carvalho, membro do Conselho da ABGS, e Moacir Tonani, diretor adjunto do Ipê. Também esteve presente Ricardo Iguchi, diretor ABGS na Associação Esportiva São José.

Grego agradeceu, em nome de toda a diretoria da ABGS, o participação dos jogadores e o empenho dos diretores, associados e funcionários dos clubes sede por terem contribuído para o sucesso do evento, que só tende a crescer nas próximas edições, por ajudar a integrar ainda mais clubes do interior de cidades próximas. Grego agradeceu ainda à FPG pela parceria com a ABGS e apoio às competições da entidade. “São ações como essa, a união de todos e o prestígio de vocês que poderão fazer o nosso golfe crescer como um todo e evoluir cada vez mais”, diz o presidente da ABGS.

Próximos torneios – A próxima competição do calendário será o Torneio ABGS do Arujá Golf Clube, doa 19 de março, uma quinta-feira. O programa estará no ar no site da ABGS na próxima segunda-feira, 9, mas as pré-reservas já podem ser feitas com o Nilton Alves, pelo telefone (11) 94728-0958 (Whatsapp), ou pelo e-mail: associacaobrasdegolfesenior@gmail.com.

E reserve já da data de 9 de abril, também uma quinta-feira, para o evento seguinte, o Torneio ABGS do PL Golf Club, que ao lado do torneio do Arujá são dois dos mais procurados do calendário.

Resultados completos