Notícias

17.07.2019

Torneio ABGS do São Paulo GC: Hideaki Iijima supera Paul O’Doherty por uma tacada

ideaki-iijima-comemora-putt-da-vitoria-650

Luiz Reis venceu na pré-sênior no torneio mais concorrido da temporada sênior de 2019

 

 

Hideaki Ijima comemora putt da vitória, no buraco final, observado por Paul O’Doherty, que perdeu por uma tacada

 

O frio e a garoa forte não impediram que o 10º Torneio ABGS do São Paulo Golf Club, válido também como quarta rodada do 27º do Interclubes de São Paulo, fosse o mais concorrido da temporada sênior de 2019, com 86 jogadores inscritos, o limite para um torneio com saídas simultâneas (shot gun). E emoção foi também o que não faltou, com Hideaki Iijima, do PL, embocando um putt longo para salvar o par no 18, derrotar Paul O’Doherty, o favorito da casa, por apenas uma tacada e conquistar o título scratch sênior. Na pré-sênior Paulo Vasconcelos, do Ipê, foi o campeão.

internas-abgs-spgcVeja as fotos da premiação
Aguarde álbum completo neste mesmo link

O Torneio ABGS do São Paulo foi marcado pelo presença de duas grandes e competitivas delegações. A do Ipê Golf Club, de Ribeirão Preto, que compareceu com 11 jogadores, e a de Poços de Caldas, de Minas Gerais, clube filiado à Federação Paulista de Golfe, que reuniu nove golfistas e promete voltar com um grupo ainda maior na próxima etapa. Só os jogadores do São Paulo, 14 no total, estavam em maior número. Destaque ainda para o São Paulo Futebol Clube Golfe (SPFCG), que compareceu com nove jogadores. Ao todo competiram jogadores de 23 clubes de quatro estados: São Paulo, Paraná, Goiás e Minas Gerais.

Decisão apertada – Quem saiu na frente foi Shozo Karasawa, do Vista Verde, que jogou 37 na primeira metade do campo, e abriu uma tacada de vantagem sobre Iijima, O’Doherty e Katsumi Ota, do PL, que jogaram 38 de ida. Karasawa e Ota saíram da disputa pelo título na segunda metade do campo, onde marcaram 44 e 46 tacadas respectivamente, para terminar em terceiro e quarto lugares, com 83 e 84 tacadas.

O’Doherty também se distanciou na liderança ao cair na banca e ainda das quatro putts no buraco 11, para fazer um quádruplo bogey. Ele reagiu buscando três tacadas nos seis buracos seguintes e teve a chance de forçar um playoff quando deixou a bola a um metro da bandeira no 18, para par, enquanto Iijima tinha um difícil putt de cinco metros para vencer. Iijima não tremeu e embocou um putt “chorado”, em câmara lenta, para comemorar mais um título, com 77 tacadas, contra 78 de O’Doherty.

Handicaps – A categoria com handicap índex até 14 também foi muito disputada, com cinco jogadores terminando separados por apenas três tacadas. Seizo Yano, do PL, foi o campeão, com 69 tacadas, seguido por Claudio Pedone, do São Paulo, vice com 71, ao superar Ota nos critérios de desempate, por ter jogado melhor na segunda metade do campo. Reno Bombonati, do SPFCG, e Reginaldo Vinna, do Ipê, terminaram logo atrás, com 72, seguidos por três jogadores com 73: João D’Ambrósio e Adauto Cantarin, de Poços, e João Baptista Conceição, do Guarapiranga.

Na 14,1 a 23, mais uma decisão apertada, com seis jogadores separados por quatro tacadas. O campeão foi Mario Fang, do São Paulo GC, com 68, seguido por Valdemir Prado, do Ipê, com 69. Luiz Sardinha, da Fazenda São João da Boa Vista, ficou em terceiro, com 70, seguido por Osvaldo Meada, do Lago Azul, e de Roger Karam, do São Paulo, estreando em torneios da ABGS, com 71, e por Frank Wisbrum do São Paulo, com 72.

Na 23,1 a 32, disputada no sistema stableford, Jorge Chung, da Fazenda Sertão, venceu com 40 pontos, contra 36 de Walter Taurisano, do Clube de Campo, vice, com 36. Entre os superseniores (75 nos ou mais), Yocito Fukuda, do Careca GC, venceu com 34 pontos. Houve ainda uma categoria especial para convidados, dobradinha do SPFGC, com Rogerio Azevedo Ferreira, campeão com 72 tacadas, seguido por Antônio Alvarenga, com 81.

Pré-sênior e feminino – Entre os pré-seniores (40 a 54 anos), Paulo Vasconcelos, do Ipê, foi campeão com 76 tacadas, contra 84 de Sandro da Conceição, do Arujá, e 92 de Émerson Godinho, do Vista Verde. Já na classificação pré-sênior com handicap, dobradinha do Santos São Vicente, com Luiz Antônio Reis, campeão com 67 tacadas, e Renato Marques Campos, vice, com 75.

Entre as mulheres, Yoko Iijima, do PL, garantiu mais um troféu para a família ao vencer a categoria única com handicap com 75 tacadas, contra 85 de Maria Aparecida Rocha, do SPFGC. A seguir terminaram Rosângela Silva, de Poços; Anna Boranga, do São Francisco, e Mônica Fontes, do Ipê.

Agradecimento – Cláudio Kiryla, presidente da ABGS, fez um agradecimento à especial diretoria do São Paulo e aos sócios do clube, por abrirem seu campo pelo décimo ano consecutivo para a competição da ABGS que se torneou a mais concorrido da temporada, e por seu apoio incondicional ao golfe sênior. Também agradeceu a dedicação dos funcionários do clube que ajudaram no sucesso do evento.

Os prêmios foram entregues por Cláudio Kiryla; Rodolfo Santos, diretor ABGS no SPGC; Moacir Tonani, diretor ABGS no Ipê; e Walter Taurisano e Jose Roberto de Carvalho, membros do Conselho da ABGS. Também esteve presente Élver Colombo, diretor ABGS junto à FPG. O torneio terminou com um almoço preparado com carinho pelo São Paulo, onde os destaques foram o Boeuf Bourguignon e o Frango ao Curry, com acompanhamentos, e as saladas.

Próximos torneios – Os próximos eventos da ABGS serão dias 20 e 21 de julho, com o 4º ABGS de Golfe Sênior do Terras do Golfe (MS); dia 1º de agosto, com o 7º Torneio ABGS de Golfe Sênior da Associação Esportiva de São José, e dia 19 de setembro, com o 21º Torneio ABGS Golfe Sênior do Terras de São José Golfe Clube, outra competição que promete ser muito concorrida. Ambos os programas serão divulgados em breve.

Compartilhe: