Notícias

30.08.2018

Torneio ABGS do Terras de São José: Shozo Karasawa conquista mais um título sênior

scratch-senior-luiz-roberto-sayegh-shozo-karasawa-e-laercio-quatrocci-648

Pódio teve ainda Sayegh e Quatrocci. Medalhistas da pré-sênior foram Godinho, Albregard e Felix

 

Depois de interromper um jejum de na semana anterior, no Fazenda da Grama, Shozo Karasawa, do Vista Verde, conquistou seu segundo título de 2018 nesta quinta-feira, 30 de agosto, ao vencer o 21º Torneio ABGS do Terras de São José Golfe Clube, em Itu (SP), que valeu ainda como sexta rodada do 26º ABGS Interclubes Sênior São Paulo. Como em todos os torneios da ABGS em campos filiados à Federação Paulista de Golfe (FPG), o do Terras de São José também valeu para os rankings scratch sênior e pré-sênior da entidade, com os três melhores colocados dessas categorias recebendo medalhas de ouro, prata e bronze, ofertadas pela FPG.

fotos-premiacao-abgs-tsjgcClique e veja todas as fotos.

Karasawa começou perdendo por uma tacada para Laércio Quatrocci, do Vila da Mata, na primeira metade do campo, mas virou o jogo nos últimos nove buracos, para vencer a categoria scratch, com 80 tacadas e três de vantagem sobre os adversários. Luiz Sayegh, do Guarapiranga, não começou bem, mas jogou 36, o par do campo e melhor parcial para os últimos nove buracos para ainda levar e medalha de prata, com 83 tacadas. A medalha de bronze ficou para Quatrocci, que também somou 83, mas perdeu para Sayegh nos critérios de desempate.

Luiz Miyagi, do Arujá, também jogou bem melhor na segunda metade do campo, para jogar 85 e ainda terminar em quarto lugar. Lyn Ahn, do Guarapiranga, que vinha de um segundo lugar no Fazenda da Grama, terminou em quinto, com 87. O último a quebrar as 90 tacadas gross foi Seizo Yano, do PL, sexto colocado, com 88. O dia esteve perfeito para o golfe, com céu claro, temperaturas amenas e pouco vento.

Pré-Sênior – Entre os pré-seniores (40 a 54) anos, categoria que vem ganhando cada vez mais importância na Associação Brasileira de Golfe Sênior, em especial no Interclubes, que a partir deste ano passou a ter um troféu independente para a categoria, quem voltou ao lugar mais alto do pódio foi Emerson Godinho, do Vista Verde, campeão com 85 tacadas. Ou seja, as duas medalhas de ouro do dia fora para o clube de Araçoiaba da Serra.

Plínio Albregard, do Arujá, que adotou o estilo do americano Bryson DeChambeau, sensação do PGA Tour, não só pela boina que usa, mas também pelos tacos com varas de tamanho idêntico, do sand ao híbrido, passando por todos os ferros, com que passou a jogar, levou a medalha de prata, com 88 tacadas, enquanto Wagner Felix, da Academia GolfRange Campinas, clube que defendia a liderança das categorias sênior e pré-sênior do Interclubes, levava a medalha de bronze, com 91. Wagner foi também campeão pré-sênior com handicap, com 73 tacadas.

Handicaps e idades – Quatrocci voltou ao pódio nas categorias seniores com handicap, ao ser o campeão entre os de índex até 14, com 68 tacadas, quatro abaixo, seguido por Luiz Sayegh, com 68. Na 14,1 a 23, venceu Marcos Braga, do Vila da Mata, com 70 tacadas, seguido por Romeu Massonetto, do Lago Azul, com 71. E na 23,1 a 32, no sistema stableford, Luiz Cunha, da Federação Paranaense e Catarinense de Golfe foi o campeão com 48 pontos, contra 36 de Mario Galhardi, do São Francisco.

Nas categorias por idade, também no sistema stableford, a Academia GolfRange Campinas, levou dois títulos: o de Antonio Fonseca Ribeiro, entre os de 65 a 70 anos, com 32 pontos; e o de Yocito Fukuda, entre os de 76 anos ou mais, também com 32 pontos. Entre os de 71 a 75 anos, venceu Sumio Ono, do Arujá, com 30 pontos.

Feminino – Nas categorias femininas, Stela Miyagi, do Arujá, foi a campeã scratch, com 92 tacadas. Entre as de handicap índex até 25, venceu Paulina Essaki, com 78 tacadas, ajudando seu clube a defender a liderança do Interclubes Feminino, que também terá premiação independente, em 2018. Já na 25,1 a 32, a campeão foi Gyeongi Park, do Clube de Golfe de Campinas, com 27 pontos (stableford).

Valdemar Schulze, diretor ABGS do clube anfitrião, comandou a entrega de prêmios, que teve a mesa composta ainda por Wagner Felix, diretor ABGS do Estado de São Paulo; Sumio Ono, diretor ABGS do Arujá; e Romeo Massonetto, diretor ABGS no Lago Azul. Foi feito um agradecimento especial a Elaine Freitas, que comanda a secretaria do golfe, aos funcionários Wesley e Moises e a Aliani, do restaurante, que serviu saladas, bife à parmegiana, maminha recheada, massa, frutas e doces, no almoço de confraternização.

Próximos torneios – Os próximos torneios da ABGS, sem setembro, serão o 20º Torneio ABGS de Golfe Sênior do Guarapiranga e sétima rodada do Interclubes, no dia 13; o 40º Campeonato ABGS Golfe Sênior do Rio Grande do Sul, no Belém Novo, em Porto Alegre, dias 13 e 14; e o 13º Torneio ABGS Golfe Sênior do Ipê Golf Club, em Ribeirão Preto (SP), dias 20 e 21.

Compartilhe:

próximos Torneios