XXXVIII Campeonato Sul-Americano de Golfe Sênior 2015 - Curitiba - Brasil

Sul-Americano Sênior: Colômbia lidera no individual e por equipes

Chile vem em segundo nas duas categorias, seguido pelo Brasil, que teve Gomez como destaque
 
O colombiano Alfredo Morales, de 61 anos, jogou 72, o par do campo do Clube Curitibano, em Quatro Barras, para assumir a liderança isolada do 38º Campeonato Sul-Americano de Golfe Sênior, que começou a ser jogado nesta terça-feira em dois campos da região metropolitana de Curitiba, no Paraná. O torneio que terá ainda mais duas rodadas, quinta e sexta-feira (quarta é dia de folga), também está sendo disputado no campo do Alphaville Graciosa Clube, em Pinhais, onde estão os jogadores com handicap de 19 em diante. Os de handicap até 18 jogam no Curitibano.
 
 
Morales abriu duas tacadas de vantagem sobre o chileno Mihaly Geyger, de 59 anos, que jogou 74 (+2), e é seguido por quatro golfistas empatados em terceiro com 78 (+6), entre eles o brasileiro Roberto Gomez, que defende o título de campeão sul-americano individual ganho em 2014, na Argentina. Empatados com ele estão os chilenos Luis Edwards e Felipe Taverne, e o uruguaio Gregor Schmid, que foi vice-campeão na Argentina, em 2014.
 
 
Equipes - Apesar de ter três jogadores nas três primeiras colocações, o Chile está apenas em segundo na disputa do principal título por equipes, para o qual valem os dois melhores de cada dia entre os quatro integrantes dos times de cada país. Morales (72) e Alfonso Villamizar (79) colocaram a Colômbia em primeiro, com 151 tacadas, contra 152 dos chilenos Geyger (74) e Edwards ou Taverne, já que ambos marcam 78. 
 
O Brasil vem em terceiro lugar, com 157, com os resultados de Gomez (78) e Carlos Cândido (79). Os outros dois brasileiros do time que disputa a Taça Chile, a principla por equipes (scratch) não pontuaram: José Bianeck marcou ou e vem em 15º, e Arlindo Brun 83, em 16º, entre 106 jogadores da categoria. As boas surpresas do dia da delegação brasileira foram Kouchi Yui e Ronaldo Gunn, que vêm em sétimo, com 79, empatados com Cândido e dois colombianos.
 
Brasileiros - Esse resultado colocou Gunn na liderança isolada entre os de handicap até 18, com 68 tacadas net (descontado o handicap). Yui vem em segundo, com 69, empatados com Yoshihiro Miyamura, que também jogou três tacadas abaixo de seu handicap na estreia. Cândido, em quinto, com 74 net, é o melhor brasileiro entre os de handicap até 9, enquanto Yui lidera entre os de 55 a 59 anos, seguido por Delpho Sobrinho, em segundo, com 71. Miyamura, por sua vez, vem em primeiro na 65 a 69 anos, com Walter Tsuneto (72) em segundo. Gunn também é líder na 70 a 74 anos, com Luiz Krause em segundo, com 72.
 
No campo do Alphaville, onde jogam dois grupos com handicaps mais altos, os desataques do Brasil na 19 a 24 são três vice-líderes em suas categorias de idade: Mauro de Ávila (55 a 59), José Canepa (60 a 64) e Satoshi Kurita (75 ou mais). Na 25 a 36, José Waihrich (40 pontos) e Yoji Yoshihara (3) vem em segundo e terceiro na classificação geral. Por idades, os dois são líderes: Waihrich (60 a 64) E Yoshihara (75 ou +), além de Antônio Neto, líder na 70 a 74 anos, com 37 pontos. Há ainda dois vice-líderes do Brasil: Ramon dos Santos (55 a 59) e Julio Mottin (65 a 69).
 
Clique aqui para conferir os resultados completos das seis competições por equipes e de todas as competições individuais.
http://www.abgs.com.br/sulamericano/resultados.php
 

Realização

Associação Brasileira
de Golfe Sênior

Organização

Patrocinadores